fbpx

MUNICIPIO DA GUARDA: “Abandonou plataformas barómetro www.guarda-me.pt”

Acesso ao site a 17.08.2020

O site www.guarda-me.pt encontra-se offline e abandonado pelo Município da Guarda. Uma bandeira que o Município da Guarda lançou, numa “nova campanha de promoção da cidade”, concelho e região em 2018. No dia do 819º Aniversário de foral, foi lançado este programa de marketing guarda.me.

“Guarda-me: Uma Rota para Fazermos Juntos” é a assinatura escolhida para esta campanha. Esta campanha que alocou diversos recursos internos e algumas contratações externas de material e consultoria.

Por exemplo, a Aquisição de “serviços Marketing Digital da Campanha” Promocional “Guarda-me”, à empresa GLOBAZ, S.A. – com designação comercial – LOBA – Customer Experience Desing, contribuinte n.º  504873865, por ajuste direto, com um prazo de execução de 180 dias, contrato celebrado em 23/11/2018. No montante de 9.000,00 €+ IVA.

Foi ainda celebrado um contrato por ajuste Direto para “Conceção e Promoção da Campanha promocional Guarda-me”, com a empresa OPAL PUBLICIDADE SA com o n.º contribuinte n.º 500207569, no montante de 9.850,00 € + IVA. Contrato celebrado a 11/10/2018 e com prazo de execução de 20 dias.

O que totaliza um investimento de 21.115,50 € c/ IVA.

Fonte: Ajustes Diretos que constam no portal www.base.gov.pt

Adjudicação 1: http://www.base.gov.pt/base2/rest/documentos/547132 (Não consta o contrato)

Adjudicação 2: http://www.base.gov.pt/base2/rest/documentos/570332

Segundo o Município da Guarda, “A campanha estará a partir de hoje nos jornais, outdoors e mupis por todo o país e marcará presença sobretudo online, através de uma campanha também de marketing digital, nomeadamente nas redes sociais Facebook e Instagram e do sítio web: www.guardame.pt”.

Indicando a autarquia que “Estas plataformas servirão de barómetro, direcionando e captando novos fluxos turísticos para a cidade, concelho e região, numa lógica de território, à semelhança do trabalho coletivo da candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura em 2027”.

Fotos: Projeto Guarda-me do Município da Guarda

%d bloggers like this: