fbpx

SEIA: VaieVem com autocarro amigo do ambiente

Horário VaieVem, Seia – São Romão

Entra hoje em funcionamento o transporte urbano de Seia entra, após a paragem do serviço devido à pandemia, e será de utilização gratuita até ao final do mês.

O autocarro de transporte urbano VaieVem arranca esta segunda-feira com uma nova imagem e um novo circuito, ampliando o seu percurso entre Seia e São Romão e concretizando uma resposta mais alargada aos munícipes.

A rede de transportes urbanos, que só estará em pleno funcionamento a 1 de outubro com a introdução de outro autocarro (elétrico), contará na sua totalidade com 48 paragens, mais 15 dos que as anteriormente disponibilizadas.

 A carreira urbana entre Seia e São Romão, circuito que entra em funcionamento dia 7 de setembro, conta com 45 paragens, com passagem de hora a hora na mesma paragem, num total de 11 circuitos diários.

Por sua vez, a carreira urbana de Seia, que, assegurará primordialmente as escolas, apresenta 27 paragens, um circuito com duração de meia hora, num total de 14 percursos diários. Este circuito só estará em funcionamento durante o período escolar.

Devido ao COVID, a utilização do transporte público pressupõe a adoção de um conjunto de regras, de acordo com o estipulado pela Direção Geral de Saúde e que se encontram definidas no Plano de Contingência deste serviço, entre as quais a redução de número de utilizadores e a adoção de máscara, higienização frequente das mãos, distanciamento social.

Considerando o conjunto de alterações introduzidas e na adaptação ao novo circuito, a autarquia não cobrará a utilização do VaieVem até ao final do mês de setembro.

Finalizado o período de gratuitidade, os valores dos passes e bilhetes mantém-se os mesmos, sendo a componente anteriormente cofinanciada pela CIM-BSE Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela, ao abrigo do Programa de Apoio à Redução Tarifária, agora assegurada pelo Município de Seia.

O valor do passe mensal varia entre os 7 euros e os 11 euros. O valor de 7 euros é corresponde aos titulares de passe que sejam menores que 23 ou maiores que 65 anos.

Com esta medida o Município procura promover a utilização da carreira VAIEVEM, um serviço operado pelo Município desde 2009.

O incentivo ao uso de transportes públicos visa, igualmente, contribuir também para a redução das emissões dos GEE’s (gases com efeito de estufa).