fbpx

REGIONALIZAÇÃO: 2.800 autarcas vão votar novo presidente da CCDRC

 

 

A nova presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro (CCDRC), vai ser eleita no dia 13 de outubro, por um colégio eleitoral constituído por mais de 2.800 autarcas .

 

OS Presidentes de câmaras com capacidade eletiva são 77, os restantes são vereadores dos executivos municipais e membros das assembleias municipais, incluindo os presidentes de juntas de freguesia, num universo em que o PSD é o partido com mais assentos, apesar de o PS, segundo representado no colégio, deter a maioria das presidências de câmaras na região Centro.

 

Nos Distritos de Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria e Viseu, além do PS e do PSD, apenas o CDS-PP lidera atualmente três municípios: Vale de Cambra, Albergaria-a-Velha e Oliveira do Bairro, no distrito de Aveiro.

 

A presença maioritária de autarcas do PSD no colégio eleitoral que escolherá o futuro ou a futura líder da CCDRC é determinada pelo peso superior que esta força política detém na globalidade das freguesias e uniões de freguesias do Centro.

 

Assim no dia 13 de outubro, segundo a lista publicada no Portal Autárquico da Direção-Geral das Autarquias Locais e consultada pela Lusa, participam nesta eleição mais de 2.800 autarcas de uma região que corresponde a uma parte do território de Portugal continental entre os rios Tejo, a sul, e Douro, a norte.

 

Um dos dois novos vice-presidentes da CCDRC, será eleito pelos presidentes dos 77 municípios envolvidos no sufrágio, o outro vice-presidente continua a ser nomeado pelo Governo.

 

 

Na sua maioria, estas autarquias estão associadas em sete comunidades intermunicipais (CIM) – Região de Aveiro, Região de Coimbra, Região de Leiria, Viseu Dão Lafões, Beiras e Serra da Estrela, Beira Baixa e Médio Tejo – cujos limites não coincidem com os dos distritos.

 

As CCDR são serviços desconcentrados da Administração Central, dotados de autonomia administrativa e financeira, incumbidos de executar medidas para o desenvolvimento das respetivas regiões, como a gestão de fundos comunitários.

 

Até agora os presidentes das cinco CCDR – Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve – eram nomeados pelo Governo.

 

Segundo o despacho que convocou o ato eleitoral para os presidentes das CCDR, este “decorre em reunião de assembleia municipal”, convocada especificamente para esse fim, “em simultâneo e ininterruptamente em todas as assembleias municipais”, entre as 16:00 e as 20:00 de 13 de outubro.

 

 

 

%d bloggers like this: