fbpx

JSD: acampada durante a noite

“Contra a falta de camas para estudantes universitários”. É esta a razão apontada pela JSD para ter acampado, desde a madrugada, à porta do Ministério do Ensino Superior.

 

Os jovens da Juventude-Social Democrata presentes exigem “saber onde estão as 2.500 camas prometidas pelo Governo do Partido Socialista”.

 

Alexandre Poço “encontra-se desde das 00h00 de hoje acampado com uma pequena comitiva de dirigentes da JSD em frente ao Ministério tutelado por Manuel Heitor. A Acão irá terminar pelas 10h00 com a entrega de uma carta ao Ministro”, aponta uma nota a que o www.GUARDANOTICIAS.pt teve acesso.

 

Nesta missiva é sublinhado que “apenas 32 camas das 64 realmente novas camas podem ser colocadas ao serviço dos estudantes. São números muito ambíguos em relação às 780 camas anunciadas como novas pelo seu Ministério, mas são ainda mais díspares se colocados em confronto com a promessa de 2 500 novas camas previstas para 2020”.

 

Já Alexandre Poço considera que “o Partido Socialista tem enganado os estudantes do ensino superior e esta situação tem que ter cobro já”, acrescentando que o Governo e o Ministro Manuel Heitor “estão a brincar com a vida e com o futuro de milhares jovens e de famílias, ainda por cima numa altura tão delicada como esta que vivemos”, é referido no mesmo comunicado.

 

A situação do alojamento na Guarda não mereceu até ao momento qualquer crítica por parte do Presidente da JSD, revelando-se um aumento 0% das camas para alojamento na Guarda.

 

 

%d bloggers like this: