As notícias da Guarda mais perto de Si

PS GUARDA: Cimeira “colocar o Interior de Portugal no centro do mercado ibérico”

A Federação Distrital do Partido Socialista (PS) da Guarda considerou que “a realização, na Guarda, da XXXI Cimeira Luso-Espanhola constituiu um dos mais importantes acontecimentos políticos do nosso tempo que, há de, certamente, ficar marcado na nossa história”.

 

Os Socialistas, da cidade da Guarda referem que “no passado dia 10 de outubro, a XXXI Cimeira Luso-Espanhola em que participaram os chefes de Governo de Portugal e de Espanha, bem como um conjunto muito significativo de membros dos governos, de um e de outro lado da fronteira, comprometidos com os objetivos da “Estratégia Comum de Desenvolvimento Transfronteiriço”, apresentada no decurso deste importante encontro diplomático”.

 

“Estamos certos de que Desvalorizar a relevância deste encontro é, desde logo, pôr em causa a estratégia transfronteiriça nele discutida, que pretende contribuir, através de medidas concretas e objetivas, para colocar o Interior de Portugal no centro do mercado ibérico, criando uma nova centralidade económica e procurando diminuir o abandono dos nossos territórios”, em resposta ao PSD da Guarda (aqui).

 

Recorde-se que a Cimeira Ibérica realizou-se na Guarda a convite do ex-Presidente da Camara da Guarda, Álvaro Amaro, que atualmente é eurodeputado pelo PSD trocando a autarquia pelo parlamento europeu.

 

“Esperar de um encontro diplomático do mais alto nível, como aquele que teve lugar na cidade da Guarda, no passado sábado, o anúncio de medidas especificamente direcionadas para a resolução de problemas políticos locais, é claramente desconhecer o verdadeiro sentido da amplitude da realização de uma Cimeira desta natureza”, referem os Socialistas da Federação da Guarda.

 

Acrescenta a Federação Presidida por Alexandre Lote que “a resolução dos problemas da população da Região da Guarda é algo que deve resultar e vai, naturalmente, resultar da concretização dessa grande “Estratégia Comum de Desenvolvimento Transfronteiriço” que, desde já, todos ansiamos possa ficar conhecida como “A Estratégia da Guarda”. “

 

“Ao contrário daqueles que pretendem desvalorizar a importância da história, porque não a conhecem, ou dos acontecimentos, simplesmente porque não conseguem ter neles o papel de protagonistas, a Federação Distrital do Partido Socialista regozija-se pela forma como decorreu esta Cimeira na Guarda e pela projeção pública que a mesma possibilitou à cidade e à região, conferindo-lhes real e efetiva centralidade ibérica”, referem no comunicado.

 

“Estamos, portanto, certos de que a realização da XXXI Cimeira Luso-Espanhola na Guarda e a apresentação da “Estratégia Comum de Desenvolvimento Transfronteiriço” foram um importante ponto de partida para que, todos juntos, Governos, autarquias, partidos políticos e sociedade civil possamos trabalhar, com determinação, na concretização dos objetivos traçados”, em jeito de resposta às críticas do PSD Guarda.

 

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter). G-WH913LSLRB 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3