fbpx

COVILHÃ e CASTELO BRANCO: com casos COVID na prisão

 

 

A Direção Geral de Reinserção e Serviços Prisionais indicou que existem atualmente 23 reclusos e 21 trabalhadores infetados com o novo coronavírus, tendo referido que na Covilhã e em Castelo Branco existem trabalhadores de prisões infetados, não indicando qual o número de reclusos do Estabelecimento Prisional da Covilhã contagiados com COVID-19 em declarações à Radio Renascença.

 

Os trabalhadores encontram-se todos a recuperar em casa, enquanto os reclusos estão em hospitais de acordo com o que está protocolado.

 

Na lista de estabelecimentos prisionais com profissionais infetados inclui as prisões da Covilhã, Angra do Heroísmo, Porto, Leiria, Castelo Branco, Paços de Ferreira, Linhó, Santa Cruz do Bispo (masculina), Bragança, Vale de Sousa e Carregueira, para além dos centros educativos Padre António Oliveira, em Caxias; Navarro de Paiva, em Lisboa e Santo António, no Porto.

 

A direção-geral acrescenta ainda que “os trabalhadores encontram-se todos nos respetivos domicílios”.