As notícias da Guarda mais perto de Si 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3

PSD GUARDA: Critica Secretaria sediada na Guarda “sem que dê uma resposta”

“As brigadas de intervenção rápida para apoio imediato aos lares com surtos de COVID-19”, “têm-se revelado deficitárias, inadequadas, não dando, por isso, resposta às situações urgentes que têm surgido no distrito” da Guarda, referem os Sociais-Democratas da Guarda. A “Secretaria de Estado da Ação Social vem a assistir impavidamente às dificuldades existentes sem que dê uma resposta atempada capaz de resolver esta situação de emergência para os lares de idosos” da Guarda.

“Passaram quase dois meses” em que o objetivo seria garantir uma resposta “pronta a intervir” no caso de as instituições ficarem sem pessoal devido a surtos graves de covid-19, “mas o que realmente está a acontecer, no terreno, é que nos lares que estão em rutura grave, a tal pronta e tão necessária ajuda destas equipas multidisciplinares não se tem verificado. As Instituições estão assim, nesta matéria, entregues a si próprias”, referem os Socias-Democratas em comunicado.

A Distrital do PSD da Guarda lamenta que, “numa altura em que estas instituições e os cidadãos mais precisam do Estado, é o próprio que se revela incapaz de prestar o necessário auxílio”.

Neste estado de calamidade em que vivemos, nem o facto da “Secretaria de Estado da Ação Social estar sediada na Guarda tem servido para resolver esta e outras situações no distrito”. Neste caso concreto, “o que tem acontecido é esta Secretaria de Estado assistir impavidamente às dificuldades existentes, sem que dê uma resposta atempada capaz de resolver esta situação de emergência para os lares de idosos”.

Perante esta situação preocupante, que não tem merecido o verdadeiro empenho do Governo, a Distrital do PSD da Guarda pede que “reforce, com urgência, as Brigadas de Intervenção Rápida no Distrito, por forma a dar resposta às reais necessidades neste quadro de pandemia como a que estamos atualmente a viver”.

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).