As notícias da Guarda mais perto de Si

PCP DA GUARDA: Com representação “qualidade” no último Congresso

 

 

“O PCP ainda é oposição aos socialistas”. Foi esta a ideia-chave que serviu de base, ao discurso de abertura do XXI Congresso do PCP, que decorreu em Loures, com duas participações de “qualidade” da secção da Guarda.

 

Depois da abstenção do partido ter ajudado a viabilizar o Orçamento do Estado para 2021, o secretário-geral dos comunistas, Jerónimo de Sousa, quis deixar claro que foi por causa de um PS “amarrado a opções de classe” que a fórmula da maioria parlamentar de esquerda não foi “mais longe”.

 

A Luta dos trabalhadores da Guarda esteve presente no XXI congresso do PCP, que decorreu entre 27 a 29 de novembro. As duas intervenções do distrito da Guarda “deram conta de que o distrito tem vindo a sofrer com a destruição da produção nacional , em particular no seu tecido empresarial, com o desaparecimento de muitas empresas”.

 

Entre “janeiro e julho” inscreveram-se 4215 novos desempregados nos centros de emprego do distrito da Guarda: um número que reflete toda a dimensão do problema”.

 

As intervenções contemplaram “a luta dos trabalhadores” nas empresas “Confama” e “serralã na defesa dos seus postos de trabalho no sector têxtil e na salvaguarda dos seus direitos”. Uma referência aos trabalhadores da DURA perante a “decisão da administração de encerramento das linhas de produção, que implicou um despedimento de trabalhadores”. Uma referencia à COFICAB para “reivindicar a valorização dos direitos e de salários”. Relativamente ao concelho de Seia, foi ainda referido pelos comunistas da Guarda, o “Contact Center da EDP nas “lutas que eles realizaram por condições de trabalho, por melhores salários e contra a fusão de escalões”.

 

 

 

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).