As notícias da Guarda mais perto de Si

MEDA: 97 utentes infetados + 32 funcionários (Situação agrava-se mas últimas 24 horas)

 

A Santa Casa da Misericórdia da Mêda procedeu à realização de testes a todos os funcionários e utentes dos lares. Um surto de infeções com coronavírus em dois lares na Mêda já provocou 2 mortos e 97 utentes e 32 funcionários da instituição infetados com Covid-19. Estando um terceiro lar de idosos da Santa Casa da Misericórdia sem infeções Covid-19.

 

O número de infetados com covid-19 nos lares na Mêda atingiu os 97 utentes e 32 funcionários, subiu nas últimas horas em virtude do número de testes realizados.

 

No lar Joaquim Nunes Saraiva fase 1, todos os utentes e funcionários realizaram o teste covid-19, e são 65 utentes infetados e 26 funcionários infetados.

 

Todos os utentes e funcionários do lar de Nossa Senhora de Fátima foram testados, 32 utentes com teste positivo apenas 8 com testes negativos. Os funcionários testaram 6 positivos e 11 negativos.

 

No lar Joaquim Nunes Saraiva fase 2 realizaram o teste covid-19, não foram registados casos de infeção por covid-19.

 

O Presidente da Câmara que é também provedor da Santa Casa da Misericórdia confirma que os utentes infetados estão sob vigilância e já se encontra no concelho da Mêda uma equipa instalada da brigada de intervenção rápida da segurança social composta por 12 elementos para reforçar os funcionários da instituição.

 

Quatro utentes da instituição “estão internados no hospital, mas também estão estáveis”, acrescentou.

 

Anselmo Sousa referiu que o surto no Lar Joaquim Nunes Saraiva – Fase 1, da Santa Casa da Misericórdia de Mêda foi detetado após, no sábado, alguns utentes terem apresentado sintomas de infeção por covid-19.

 

 

O Provedor Anselmo Sousa, também presidente da câmara, decretou o encerramento do ATL da Santa Casa como medida preventiva e as aulas foram retomadas mas na variante de ensino não presencial.

 

No lar Joaquim Nunes Saraiva fase 1 há a lamentar dois óbitos de utentes que tinham outras patologias associadas, segundo informações de Anselmo Sousa.

 

Os Mercados quinzenais de hoje e do dia 11 de janeiro foram cancelados em virtude do momento pandémico que o concelho da Mêda atravessa.

 

FOTO(s): Município da Mêda

 

 

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter). G-WH913LSLRB 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3