As notícias da Guarda mais perto de Si

PORTUGAL: Aviso amarelo por causa do frio e na próxima semana temperaturas descem ainda mais

A maioria dos distritos do centro e interior volta a registar mínimas negativas durante o dia de hoje: O distrito da Guarda é o que apresenta as temperaturas mais baixas (-4) e o Algarve é a região com as mínimas mais altas (2º em Faro e 4º em Sagres).

O continente e a Região Autónoma da Madeira encontram-se todo em aviso amarelo com exceção da região autónoma dos Açores, onde as temperaturas mínimas estão acima dos 9 graus em todas a ilhas.
No domingo as temperaturas sobem ligeiramente, mas o IPMA mantém o alerta amarelo para Portugal Continental. A Madeira deixa de estar sob aviso amarelo e passa a verde, tal como os Açores.
Já no que toca à temperatura média semanal “preveem-se valores abaixo do normal (-6 a -1°C) para todo o território na semana de 11/01 a 17/01”, refere o site do IPMA.
Na semana seguinte, as temperaturas mantêm-se nos valores habituais para a época e na última semana de janeiro sobem: “Preveem-se valores acima do normal para praticamente para todo o território (0 a +3°C) na semana de 25/01 a 31/01”.
Na Grande Lisboa o frio vai manter-se durante este fim-de-semana, com a previsão de uma pequena descida de temperatura, com períodos de céu muito nublado, apresentando-se pouco nublado até meio da tarde.
Durante o dia de hoje as temperaturas na Grande Lisboa variam entre os 3º e os 9º graus e no domingo entre os 2º e os 10º graus.
No Grande Porto também vai continuar o frio (hoje com mínima de -1.º e máxima de 9º graus), com períodos de céu muito nublado, apresentando-se pouco nublado até final da manhã.
O IPMA prevê tempo frio, com possibilidade de ocorrência de chuva, em especial no interior, que será de neve acima dos 400 metros de altitude.
Quanto ao estado do mar, o IMPA indica que haverá ondas de noroeste com dois a três metros, aumentando gradualmente para 2,5 a 3,5 metros a partir da tarde.

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).