As notícias da Guarda mais perto de Si

COVID: Mêda, Figueira, Fornos e Aguiar na lista de maior contágio

 

Quatro dos dez territórios com maior risco de contágio são no distrito da Guarda. Nos dez concelhos mais com maior contágio 4 são do Distrito da Guarda, Mêda, com 4600 novos casos por cem mil habitantes, Figueira de Castelo Rodrigo com 4208, Aguiar da Beira com 4106 e Fornos de Algodres com 3887. Mais de metade dos concelhos do país está agora no nível mais elevado.

 

Estes dados da incidência a 14 dias apresentados no boletim epidemiológico da Direcção-Geral da Saúde (DGS) desta segunda-feira indicam que há em Portugal mais 98 concelhos no “risco extremamente elevado” de contágio por covid-19: são agora 155, um aumento de 170% em comparação com os 57 da semana anterior. Isto significa que mais de metade dos concelhos do país (50,3%) está agora no nível mais elevado de risco.

 

Os dez territórios com maior risco de contágio do país, quatro são da região do Alentejo e quatro são do distrito da Guarda.

 

O concelho de Cuba, no distrito de Beja, é agora o que tem a maior taxa de incidência no país entre 30 e 12 de Janeiro. Com as contas feitas a 100 mil habitantes, a forma da DGS para comparar concelhos com diferentes realidades populacionais, Cuba tem 5658 novos casos por cada cem mil habitantes.

 

Os dez territórios com maior risco de contágio do país, quatro são da região do Alentejo e seis são da região Centro: a Cuba seguem-se Mêda (Guarda), com 4600 novos casos por cem mil habitantes, Figueira de Castelo Rodrigo (Guarda), com 4208, Aguiar da Beira (Guarda), com 4106, Fornos de Algodres (Guarda) com 3887, Alter do Chão (Portalegre) com 3886, Miranda do Douro (Bragança) com 3499, Borba (Évora) com 3325, Vila Nova de Poiares (Coimbra) com 3228 e Nisa (Portalegre) com 3003.

 

Três destes concelhos figuram também entre os que registaram as maiores subidas da incidência a seguir a Cuba: Figueira de Castelo Rodrigo, Alter do Chão e Aguiar da Beira, com subidas da incidência de 3599, 2938 e 2752, respetivamente.

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter). G-WH913LSLRB 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3