As notícias da Guarda mais perto de Si

PS: António Monteirinho escolhido por 86,4% dos votantes

 

A concelhia do PS escolheu António Monteirinho para candidato à Câmara da Guarda nas próximas eleições autárquicas de 2021, tendo este obtido 86,40% dos votos dos militantes que compõem o órgão que tem competência estatutária para decidir o candidato autárquico no concelho da Guarda.

 

A escolha do nome de António Monteirinho para candidato à câmara da Guarda foi consensual entre os militantes da concelhia da Guarda. Entre os apoiantes estiveram o ex-presidente da federação distrital do PS Guarda, Arquiteto António Saraiva, e os Ex-presidentes da JS, Nuno Ferreira, Miguel Borges, Fábio Pinto e Nuno Almeida  que também foi  presidente da concelhia do PS, assim como recebeu o apoio de Liliana Almeida, atual presidente das Mulheres Socialistas e de Marisa Fonseca atual presidente Distrital das Mulheres Socialistas da Guarda.

 

O nome do atual presidente da concelhia socialista foi aprovado por larga maioria numa eleição presencial, que decorreu sem incidentes, onde todas as vozes dos militantes do concelho da Guarda manifestaram “o apoio ao líder” e a confiança “na vitória em 2021”.

 

O ato decorreu durante o passado sábado, numa sessão realizada no Paço da Cultura, os militantes participaram num modelo misto na discussão da situação política concelhia, online e presencial. No entanto a votação foi presencial, em urna de voto, estando apenas 30 militantes em condições de votar.

 

Após o apuramento dos resultados “uma larga maioria” o presidente da comissão política concelhia do PS Guarda, Nuno Laginhas regozijou-se com um “PS Guarda forte e coeso” e manifestou “o seu apoio ao candidato e a sua confiança nas capacidades do candidato para reconquistar a câmara Municipal da Guarda” no próximo ato eleitoral.

 

Recorde-se, que António Monteirinho já tinha sido aprovado no secretariado concelhio do PS Guarda, em julho de 2020, também por larga maioria.

 

 

 

Estatutariamente compete à comissão Politica concelhia “Desencadear e assegurar o cumprimento do processo de designação dos candidatos autárquicos municipais” e “Aprovar as restantes listas de candidatos aos órgãos autárquicos municipais do respetivo concelho”.

 

No processo autárquico, cabe apenas ao secretariado da Federação distrital do PS Guarda, “Acompanhar o processo de designação dos candidatos autárquicos municipais”.

 

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter). G-WH913LSLRB 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3