fbpx

CARLOS CONDESSO: Investimento é “desviado” do interior “para o Terreiro do Paço”

 

O presidente da Comissão Política Distrital do PSD da Guarda, Carlos Condesso, referiu hoje que o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) “despreza o distrito da Guarda e desfere um duro golpe à população do interior” do país.

 

“OPRR que o Governo apresentou como estratégico para o país e colocou, a muito custo e por exigência de Bruxelas, em consulta pública, tem previsto distribuir a astronómica verba de 16.643 mil milhões de euros. Nem mesmo com esta incomensurável verba o Governo socialista tem em conta estes territórios do interior e muito menos o nosso distrito da Guarda”, avançou Carlos Condesso em comunicado.

 

Carlos Condesso, atual Chefe de Gabinete do Presidente da Câmara da Guarda refere que a “bazuca do Plano de Recuperação e Resiliência, tal como foi elaborado, despreza o distrito da Guarda e desfere um duro golpe à população do interior”.

 

“Será que a senhora ministra da Coesão Territorial deu contributos ou foi ouvida sobre este plano, ou já desistiu de vez do interior, que representa dois terços do território nacional, resumindo o seu Ministério à insignificância?”, questiona o Presidente do PSD Guarda.

 

No Distrito da Guarda “o investimento em obras públicas prioritárias e infraestruturantes, também é esquecido e desviado para o centralismo do Terreiro do Paço, num notório desprezo pela população que aqui reside, cujos efeitos da pandemia têm afetado excessivamente”.

 

Na nota enviada, o presidente da distrital do PSD/Guarda termina, com o Governo “desconsidera o interior de Portugal” e “despreza os anseios e as vontades” da população que ali “reside, resiste e trabalha”.

 

 

%d bloggers like this: