As notícias da Guarda mais perto de Si 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3

Idoso de Seia descobre que foi declarado como morto

 

Um idoso de 89 anos e residente no concelho de Seia foi declarado como morto na base de dados do Serviço Nacional de Saúde.

 

O “Senhor Benjamim após um internamento de três meses por infeção de covid-19” descobriu que estava afinal “dado como morto”, quando já em casa precisou de ir levantar medicamentos ao Centro de Saúde de Seia e a prescrição não era permitida porque se encontrava declarado o óbito, noticiou hoje a SIC.

 

Benjamim, brinca com ser um “morto-vivo” lamenta a situação. Mas para conseguir ter acesso aos medicamentos de que necessitava, a prescrição médica teve de ser passada em nome da sua esposa. O mesmo problema ocorre na lista para vacinação contra a covid-19, como se encontra declarado o óbito, Benjamim não terá acesso à vacina. Dado que foi dado como “óbito” na base de dados do SNS.

 

O óbito foi declarado a 23 de dezembro quando Benjamim se encontrava hospitalizado na unidade de covid-19 no Hospital Sousa Martins na Guarda. O hospital diz que se tratou de um erro, e o Centro de Saúde de Seia afirma que o problema já se encontra resolvido.

 

Confira o vídeo da SIC aqui.

 

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).