As notícias da Guarda mais perto de Si

Parque Arqueológico do Côa reabre a 05 de abril

 

O Parque Arqueológico do Vale do Côa (PAVC) sofreu obras de requalificação em três núcleos arqueológicos, o que irá permitir melhorar as condições de visita à arte rupestre do Côa. As obras foram realizadas pelos trabalhadores do parque durante os confinamentos.

 

“As intervenções incidiram no arranjo e melhoramento dos acessos aos três locais mais visitados dentro do PAVC e também foram consolidados muros e outras estruturas afetas aos núcleos de arte rupestre, sempre com objetivo de melhorar as condições de visitação à Arte do Côa”, vincou a responsável

 

A nova presidente do Conselho Diretivo da Fundação Côa Parque (PCP), Aida Carvalho, disse à agência Lusa que as intenções nos acessos e nos núcleos de arte rupestre da Penascosa, Canada do Inferno e Ribeira de Piscos, foram executados por intervenção direta, durante o período de confinamento pelos trabalhadores do parque.

 

Estes três santuários da arte rupestre mundial também tiveram outros melhoramentos, com plantação de árvores e arbustos, da flora daquele território.

 

“Estas intervenções tiveram em conta a nova fase que se aproxima, já que a reabertura ao público do PAVC está prevista para o dia 05 de abril de 2021”, indicou Aida Carvalho.

 

Foi desenvolvido um novo modo de visita das gravuras do Côa que vem juntar-se a outras já desenvolvidas e procuradas pelos visitantes, tais como as visitas de caíque, a nado e, a partir de junho, através de uma embarcação movida a energia solar.

 

Aquando da reabertura do Parque Arqueológico do Vale do Côa, os visitantes vão ter à sua disposição esta nova modalidade de visita das gravuras do Côa, através de percursos a cavalo.

 

“Foi estabelecida, recentemente, uma parceria com um agente privado, no sentido de promover passeios equestres, como forma de melhor conhecer a Arte do Côa”, referiu Aida Carvalho.

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).