As notícias da Guarda mais perto de Si 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3

Sérgio Costa protesta pela “falta de paragem” do comboio no Barracão e na Benespera

 

 

Sérgio Costa, presidente da concelhia do PSD da Guarda e atual vereador sem pelouros no executivo da Câmara Municipal da Guarda crítica  a [Guarda] está a “perder força e a importância estratégica” e protesto por “não estar prevista qualquer paragem dos 6 comboios diários” na Benespera e Barracão, estações que servem as aldeias vizinhas também. Em Belmonte, as “estações vão ter paragens em Maçainhas e Caria”, as paragens estão previstas e “terem sido publicamente anunciadas como tal”, na Guarda a população destas aldeias fica sem este serviço.

 

“Têm vindo a público várias notícias sobre a entrada em funcionamento regular a partir do próximo dia 2 de Maio, da circulação de comboios na Linha da Beira Baixa entre a Guarda e a Covilhã”, refere Sérgio Costa.

 

De igual forma foram divulgados os horários e as paragens em ambos os sentidos.

 

Sérgio Costa, manifesta o “protesto e a minha total solidariedade para com as populações, pelo facto de não estar prevista qualquer paragem dos 6 comboios diários, em nenhum dos dois sentidos, nas Estações/Apeadeiro da Benespera e do Barracão – Freguesia de Panóias, deixando aquelas Populações e as Aldeias mais próximas sem um serviço fundamental, que pode em muito contribuir para o desenvolvimento de uma mobilidade mais sustentável, bem como o reforço da tão anunciada Coesão Territorial que muitos apregoam, mas que depois nada fazem para a promover”.

 

Considera que “mais grave ainda é o facto de nas Estações similares do Concelho de Belmonte, como sendo Maçainhas e Caria, as paragens estarem previstas e terem sido publicamente anunciadas como tal”.

 

“Será caso para dizer que alguém não fez o trabalho de casa, ou que se deixou levar pela sorte ou mais grave ainda, a evidência da falta de peso político nos centros de decisão do País”, em jeito de crítica ao atual Presidente da autarquia.

 

“É a Guarda que está a perder força e a importância estratégica para o seu desenvolvimento económico que noutros tempos estava sempre no topo das prioridades”.

 

De igual forma grave é o facto de não estar a ser devidamente articulada e promovida a ligação entre o Eixo Guarda – Covilhã – Castelo Branco, existindo apenas 2 ligações diárias, não se compreendendo uma vez mais tamanha desarticulação no serviço a prestar neste importante eixo regional.

 

Por tudo isto, proponho que todo o Executivo se associe a este voto de protesto e que o mesmo seja enviado ao Sr. Ministro das Infraestruturas, à Infraestruturas de Portugal, à CP, cc à Assembleia Municipal e a todos os Partidos com assento na Assembleia da República, exigindo um tratamento com equidade e a paragem das composições nas Estações Apeadeiro do Barracão e da Benespera, bem como a necessária articulação do eixo regional Guarda – Covilhã – Castelo Branco, com o aumento das ligações diárias.

 

 

FOTO(s): Sérgio Costa

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).