As notícias da Guarda mais perto de Si

Rede nacional com mais 53 espaços de coworking no Interior

 

O Governo pretende abrir até ao final de junho 53 espaços de teletrabalho no Interior do país, em igual número de municípios, para dinamizar estes territórios e facilitar a fixação e atração de pessoas e empresas.

 

A primeira fase da rede nacional de espaços de ‘coworking’ contempla 16 espaços na região Norte, 23 no Centro, três no Alentejo e 11 no Algarve.

 

Uma medida do PEES para dinamizar estes territórios, fixar pessoas e empresas e ajudar a conciliar vida profissional e familiar.

 

“O estabelecimento destes espaços de ‘coworking’, previsto no Programa de Estabilização Económica e Social (PEES), vai contribuir para a dinamização dos territórios do Interior, facilitando a fixação e atração de pessoas e empresas, diminuindo a necessidade de deslocações e a consequente pegada carbónica e melhorando a qualidade de vida das populações do Interior, ao promover a conciliação entre vida profissional e familiar”, refere a nota do Governo.

 

Os ministérios da Coesão Territorial e do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social referem que, na primeira fase da rede nacional de espaços de ‘coworking’, vão abrir até ao final de junho deste ano 53 espaços, sendo 16 na região Norte, 23 no Centro, três no Alentejo e 11 no Algarve.

 

“Os espaços, disponibilizados pelas autarquias, vão estar devidamente equipados com computadores, impressoras e acesso à internet e vão ser divididos em áreas de diferentes tipologias, de forma a disporem de bancadas livres para diferentes períodos de ocupação, zonas privadas para videochamadas, áreas para reuniões e locais para a realização de apresentações ou ações de formação. Vão localizar-se em espaços centrais, próximos de serviços, espaços culturais ou destinados à prática de desporto”, lê-se na nota.

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).