fbpx

PSD Guarda crítica investimento de 77 Milhões em serviço ferroviário obsoleto

 

O PSD Distrital da Guarda crítica em comunicado enviado à Comunicação Social o investimento do Governo nos comboios entre Guarda e Covilhã: “são velocidades do século XX e do século XIX “Infelizmente, este é um serviço ferroviário que já está obsoleto no próprio dia em que começou a funcionar”, avançou Carlos Condesso.

 

O PSD da Guarda criticou o “mau uso” dos dinheiros públicos ao serem investidos em comboios com “velocidades do século XX e do século XIX” para o troço ferroviário entre a Guarda e a Covilhã.

 

“São velocidades do século XX e do século XIX. Não se compreende a execução de raiz de um projeto tão caro que – em pleno século XXI – inexplicavelmente considera 50 minutos um tempo adequado para percorrer 50 quilómetros em modo ferroviário”, disse o presidente da Distrital do PSD da Guarda, Carlos Condesso, na nota enviada à agência Lusa.

 

Para o Presidente da distrital do PSD, se tivesse existido um “planeamento adequado, com visão política e com uma boa gestão dos recursos nacionais e europeus, teria sido possível obter uma velocidade comercial superior a um quilómetro por minuto”, referiu na nota.

 

“Infelizmente, este é um serviço ferroviário que já está obsoleto no próprio dia em que começou a funcionar”, reforçou Carlos Condesso.