fbpx

Álvaro Amaro defende políticas dirigidas às áreas rurais

 

 

No passado dia 19 de maio, o parlamento europeu aprovou em plenário, o relatório “Inverter as tendências demográficas nas regiões da UE utilizando os instrumentos da política de coesão”.

 

Álvaro Amaro, refere que “a inversão das actuais tendências demográficas tem que ser uma efectiva prioridade de toda a União, em especial nas politicas dirigidas às nossas áreas rurais, sendo exactamente por isso que tem que merecer uma atenção particular e dirigida”

 

O eurodeputado sublinha “algumas das ideias que propus e que constam do Relatório”:  Desde logo a ideia de que a inversão das actuais tendências demográficas, deverão ser uma prioridade para a União Europeia, a par do duplo objectivo de aceleração das transições climática e digital;

 

This slideshow requires JavaScript.

 

Acrescenta que “devemos promover a concretização de Estratégias integradas- em termos funcionais e territoriais, feitas à medida de cada região e envolvendo as autoridades regionais e locais (e outras partes interessadas), sendo que estas Estratégias deverão ser acompanhadas por avaliações de impacto territorial e demográfico, conduzidas em paralelo com as avaliações de impacto económico, ambiental e social”.

 

Também, que certas regiões europeias, “particularmente as regiões rurais, com baixa densidade demográfica, económica e de oferta de serviços públicos, estando a sofrer efeitos demográficos cumulativos e interdependentes, que combinam uma baixa taxa de natalidade, o envelhecimento da população e o exôdo rural, que tem resultado no abandono do território, necessitam de Estratégias integradas para o seu desenvolvimento sustentável, que possam maximizar as suas potencialidades, oferecer qualidade de vida e fixar a população, especialmente a mais jovem”.