fbpx

Congresso do Chega em Coimbra marcado por apupos ao PSD [Ausente da sessão de Encerramento]

 

O III congresso Nacional do Chega termina hoje em Coimbra, com a eleição dos órgãos nacionais do partido, e o discurso de Matteo Salvini, líder da Liga, partido da extrema-direita de Itália. O PSD não se fará representar na sessão de encerramento.

 

Em comunicado enviado à Comunicação Social refere que o “Partido Social Democrata aceitou o convite do CHEGA para estar protocolarmente presente no encerramento do seu congresso de Coimbra”. “É esta a atitude que a direção nacional do PSD entende dever tomar, relativamente a todos os partidos com assento parlamentar – da direita à esquerda – sempre que recebe idêntico convite. Para este efeito, o PSD destacou uma delegação oficial, composta por um membro da CPN e dois da CPD de Coimbra”.

 

“No entanto, em face do conteúdo e da forma como o líder do CHEGA se referiu nas suas intervenções ao PSD, o Partido Social Democrata decidiu não se fazer representar na cerimónia de encerramento para a qual estava convidado”, avança a Direção Nacional do PSD.