As notícias da Guarda mais perto de Si 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3

Beiras e Serra, o Ponto Mais Alto das Férias de Verão

 

A Comunidade Intermunicipal das Beiras e Serra da Estrela (CIM-BSE) desafia este verão os portugueses e os turistas internacionais para partirem à descoberta das dezenas de praias fluviais e zonas balneares mais icónicas e impolutas existentes no vasto território composto pelos 15 municípios.

 

Na aplicação para telemóvel recentemente lançada, dispõe de todos os locais para visitar e ficar, os melhores pratos e iguarias da gastronomia local, pontos de interesse e experiências 360º para programar o regresso à Serra pós-confinamento e ir a banhos nas praias ‘de altitude’. Este Verão, as Beiras e a Serra da Estrela vão ser mesmo o ponto mais alto e saudável das férias de verão.

 

É nas Beiras e Serra da Estrela que é possível visitar e usufruir de dezenas de praias fluviais e zonas balneares que fazem parte do roteiro turístico para o tão almejado descanso pós-confinamento. O frio já lá vai, e agora a paisagem natural veste-se de todas as cores, banhada pelos cursos de água límpida, à espera de ser apreciada na sua plenitude”.

 

Quer seja em família, com a cara-metade ou com o grupo de aventuras, este ano as férias de verão passam pela descoberta de algumas das mais carismáticas e icónicas zonas balneares e praias fluviais do território onde é possível ir a banhos nas águas dos quatro rios que nascem na Serra – o Mondego, o Zêzere, o Alva e o Alvôco, dos rios mais limpos da Europa.

 

Sem esquecer a “arte da luz” do Côa e das gravuras rupestres, que atravessa o planalto beirão e que passa por Pinhel, Almeida e Figueira de Castelo Rodrigo. E para que a visita a este destino seja em pleno, há a acrescentar o capital gastronómico de sensações e sabores únicos; a vasta oferta de saúde e bem-estar com escolhas diversificadas de espaços para relaxar, tratar doenças ou refugiar-se do bulício das cidades. As Beiras e Serra da Estrela ladeia-se de um território rico em património cultural, histórico e religioso pautado por castelos, muralhas, igrejas milenares e um vastíssimo património judaico. Aqui encontram-se 9 das 12 Aldeias Históricas de Portugal, várias Aldeias de Xisto e Aldeias de Montanha.

 

O território é composto por cerca de 300 quilómetros de percursos pedestres e cinco estâncias termais. Um terço do território possui áreas classificadas, tem a reserva natural da Serra da Malcata, dois parques naturais (Parque Natural da Serra da Estrela e Parque Natural do Douro Internacional), o Geopark Mundial da UNESCO, a paisagem protegida regional da Serra da Gardunha e ainda a área protegida privada da Faia Brava.

 

 

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).