As notícias da Guarda mais perto de Si

Hospital Cova da Beira inova com cirurgia endoscópica da coluna

 

O Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira (CHUCB), na Covilhã, disse ontem estar a reforçar os seus serviços com a inclusão de cirurgias endoscópicas da coluna, utilizando uma técnica inovadora e “minimamente invasiva” já utilizada em mais de 40 doentes deste hospital.

 

Em nota de imprensa enviada à agência Lusa, esta unidade de saúde universitária refere que a nova técnica começou a ser usada em julho de 2020 e já beneficiaram desta técnica mais de 40 doentes.

 

O precursor da técnica no CHUCB é o médico especialista de ortopedia Alfredo Carvalho, com formação na área da coluna realizada durante o internato partilhado entre o CHUCB e o Hospital de S. João, e com formação na área específica da endoscopia da coluna, realizada na Alemanha.

 

Segundo o referido, a cirurgia endoscópica da coluna tem como “objetivo a descompressão das estruturas neurológicas, medula e raízes nervosas, através de uma abordagem minimamente invasiva, muito menos agressiva para o doente e por isso também mais segura”.

 

Estima-se que este tipo de cirurgia tem “internamentos mais curtos (regra geral de um dia), menos complicações associadas, praticamente sem risco de infeção”, e que é “capaz de proporcionar uma recuperação mais rápida e com menos dor”.

 

O CHUCB também refere que, embora já se realize há alguns anos em países como a Alemanha, Coreia do Sul e Japão, em Portugal está técnica conta apenas com dois ou três anos de existência.

 

Permite “tratar hérnias e estenoses lombares, a partir de uma incisão inferior a um centímetro, através da qual é inserida uma cânula milimétrica que integra uma câmara para visualização das estruturas anatómicas a tratar, sem lesar os tecidos adjacentes, que devem ser preservados”, avança.

 

Citado na nota enviada à Comunicação Social, o diretor do Serviço de Ortopedia do CHUCB, António Figueiredo, regozija-se com os resultados que têm sido obtidos para o doente e adianta que, tendo em conta que o CHUCB foi pioneiro nesta área, está previsto que seja um centro de referência ibérico, onde outros colegas possam aprender a técnica.


 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).