As notícias da Guarda mais perto de Si

Delegados ao Congresso do PS com votação electrónica



Os delegados eleitos ao Congresso do PS, que se realiza no próximo sábado e domingo, em Portimão, vão fazer todas as votações por via eletrónica, através de telemóvel, disse à agência Lusa fonte oficial dos socialistas.

Recorde-se que na concelhia da Guarda existem, 4 delegados eleitos, 2 delegados eleitos afetos à moção de Daniel Adrião (uma das delegadas eleitas é candidata pelo PSD à Assembleia de Freguesia de Gonçalo e Seixo Amarelo) e mais 2 delegados afetos à moção de António Costa.

António Costa perdeu por um voto na concelhia da Guarda. Segundo fonte do PS local, tal “deve-se ao descontentamento dos militantes pela designação do candidato do PS à cadeira maior da Câmara Municipal da Guarda”. Dado que as listas pela primeira vez na história dos socialistas da Guarda “não foram aprovadas pela Comissão Política Concelhia” do PS da Guarda, tratando-se de uma imposição da Direção Nacional confirmada publicamente por Maria Rosinha Secretária-Nacional.

A votação por meios eletrónicos vai fazer-se não só em relação à aprovação da moção de política de orientação nacional – estão duas em disputa, uma do secretário-geral, António Costa, e outra do dirigente socialista Daniel Adrião – no sábado, a partir das 20:00, assim como na eleição dos órgãos nacionais do PS na manhã de domingo.

Nos anteriores congressos do PS, as moções políticas de orientação nacional eram votadas pelos delegados por braço no ar, enquanto as dos órgãos nacionais se faziam em urna por voto secreto.

Ainda de acordo com a mesma fonte dos socialistas, os delegados eleitos que estiverem impossibilitados de se deslocarem a Portimão no próximo fim de semana poderão acompanhar os trabalhos do congresso através de um link na Internet fornecido pelo partido e terão preservada a sua capacidade eleitoral, já que poderão também votar para a moção política e para os órgãos nacionais através de meios eletrónicos.

Num comunicado divulgado ontem pelo PS refere que o principal motivo que levou recentemente este partido a optar por realizar o congresso do PS na Arena de Portimão, tal como estava previsto antes da pandemia da covid-19, e não distribuído por 13 locais distintos do país, como chegou a ser aprovado na penúltima Comissão Nacional desta força política.

De acordo com o PS, reuniram-se condições de segurança para realizar o congresso de forma presencial, num único espaço, “depois de ter sido atingida a vacinação completa para a covid-19 de 70% da população portuguesa”.

O Partido Socialista refere jo comunicado que “os participantes terão de apresentar certificado digital válido à entrada ou, em alternativa, terão de fazer teste covid-19 à entrada do recinto” da Arena de Portimão.

“O evento irá respeitar as regras de segurança sanitária da Direção Geral de Saúde, nomeadamente o distanciamento social, a utilização de máscara, a definição de circuitos de entradas e saídas do recinto e a disponibilização de álcool gel”, acrescenta-se no mesmo comunicado.



(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).