As notícias da Guarda mais perto de Si

Fuinha encontrada a “deambular” numa escola da Covilhã

 


 

A GNR da Covilhã resgatou uma fuinha perdida numa escola na localidade de Teixoso no concelho da Covilhã.

 

O Comando Territorial de Castelo Branco, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) da Covilhã, no dia 6 de setembro, resgatou uma fuinha, Martes foina, no concelho da Covilhã.

 

Num comunicado enviado às redações, é explicado que “no decorrer de uma ação de patrulhamento”, os elementos do NPA foram “alertados por populares que o animal se encontrava a deambular no interior de uma escola na localidade de Teixoso”.

 

De imediato deslocaram-se ao local e recolheram o exemplar que aparentava estar desnutrido, debilitado e com ferimentos ligeiros.

 

O animal foi entregue no Centro de Recuperação de Animais Selvagens (CERAS) em Castelo Branco, para monitorização do seu estado de saúde, recuperação e posterior libertação no seu habitat natural.

 

A fuinha (Martes foina) é um pequeno carnívoro com o corpo alongado, membros baixos e cauda comprida e espessa. A sua cabeça é larga e mais clara que o resto do corpo. Tem orelhas salientes e arredondadas e o focinho afilado.

 

A sua pelagem apresenta uma coloração castanha (por vezes arruivada) e possui uma mancha peitoral de cor clara (de branco a creme), que se estende desde a garganta até à zona inicial das patas anteriores e que se divide em duas, por uma lista escura longitudinal.

 

As patas da fuinha são mais escuras do que o resto do corpo. É uma espécie muito semelhante à Marta (Martes martes), sendo por vezes difícil de as distinguir. A fuinha tem preferência por regiões arborizadas ou rochosas, evitando terrenos baixos, abertos ou com poucas árvores. Também pode viver em associação com o Homem, procurando refúgio em estábulos, celeiros e sótãos existentes em ambientes rurais.

 

 


 

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).