As notícias da Guarda mais perto de Si 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3

UBI integra consórcio NEO4Future



A Universidade da Beira Interior (UBI) vai integrar um consórcio que vai realizar um projeto de investigação que tem como objectivo desenvolver um processo que permita a incorporação de óleos essenciais em filamentos têxteis.

NEO4Future é a designação do consórcio responsável pelo projeto de co-promoção que pretende apresentar uma solução altamente inovadora no âmbito da produção de estruturas têxteis cosméticas, que apresentem as mesmas propriedades dos óleos essenciais.

O NEO4Future, assim se chama o projeto, visa “reforçar a investigação, o desenvolvimento tecnológico e a inovação através do desenvolvimento de novas formulações de óleos essenciais, encapsulamento das mesmas em estruturas (nano)porosas biocompatíveis que protejam os óleos essenciais na fase de incorporação em filamentos têxteis e, por fim, criar têxteis funcionalizados com esses fios. Os tecidos e malhas são assim enriquecidos com os óleos essenciais, que serão libertados de forma prolongada durante o seu uso”.

O consórcio integra a Fitexar (líder do projeto), a Blossom Essence, empresa especializada no campo da extração de óleos essenciais, a Smart Inovation, empresa de nanotecnologia, e o CeNTI – Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes e a Universidade da Beira Interior – UBI.

A equipa selecionada para integrar este projeto é composta pelos docentes e investigadores Nuno Belino, do Departamento de Ciência e Tecnologia Têxteis (Faculdade de Engenharia), Jesus Rodilla, Lúcia Silva, Pedro Rocha e Amélia Rute, que fazem parte do Departamento de Química (Faculdade de Ciências) e Eugénia Alba, do Departamento de Ciências Médicas (Faculdade de Ciências da Saúde).

Este projeto NEO4Future é cofinanciado pelo programa europeu COMPETE 2020, no âmbito do Sistemas de Incentivos à Investigação e Desenvolvimento Tecnológico em Copromoção, foram alocados um montante elegível de 936 mil euros, comparticipados pelo FEDER emcerca “de 674 mil euros”.



(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).