As notícias da Guarda mais perto de Si 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3

Rui Rio confiante na vitória do PSD na Guarda

 


Rui Rio escolheu a Guarda para começar a campanha eleitoral destas autárquicas, confiante na “vitória do PSD” na Guarda.  A Direção de campanha “Mais e Melhor Guarda” teve que improvisar e alterar o programa de campanha para uma visita ao ‘shopping’ da cidade mais alta (Leia o artigo até ao fim – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda mais perto de si).

 

A chuva intensa que se fez sentir esta terça-feira na Guarda, e a direção de campanha do PSD que tinha previsto o arranque oficial da campanha com contactos com a população no Jardim José de Lemos teve que improvisar.

 

Já a nível nacional admitiu hoje que a distância que separa o PSD do PS [desde 2017] torna a vitória difícil nas autárquicas, mas mais fácil “do que ganhar os Euromilhões”.

 

Carlos Chaves Monteiro, candidato do PSD à presidência da Câmara da Guarda, garantiu hoje a “atração de mais investimento para a criação de emprego qualificado”, e a “instalação de unidades privadas de saúde e o lançamento do programa de adaptação às alterações climáticas e de mobilidade elétrica” durante a apresentação do seu Programa Eleitoral “Mais e Melhor Guarda”.

 

“Queremos aumentar o rendimento ‘per capita’ dos habitantes do concelho da Guarda”, afirmou Carlos Chaves Monteiro na Torre de Menagem. “Vamos atrair mais investimentos, criar novos empregos qualificados e reforçar a confiança que os investidores têm em nós: só este ano conseguimos criar mais de 900 postos de trabalho direitos. Também o Porto Seco que vamos instalar na Guarda trará mais emprego e mais competitividade às empresas” referiu o candidato.

 

O candidato recordou ainda que o PSD foi o “partido responsável pelo novo hospital privado, o qual será instalado nos terrenos do antigo Matadouro”. “Iremos atrair para a Guarda mais médicos, mais enfermeiros e mais técnicos especializados em saúde, os quais, por sua vez, ficarão também disponíveis para trabalhar nas unidades do Serviço Nacional de Saúde do nosso concelho. Este projeto vai diminuir o tempo de espera das consultas, das cirurgias e dos tratamentos”, garantiu Carlos Chaves Monteiro.

 

No domínio do ambiente, o programa prevê a criação de uma rede de bicicletas elétricas com cinco estações de recolha e carregamento, um plano de ação para as alterações climáticas e um programa de mobilidade elétrica que estenda a rede de postos de carregamento de veículos elétricos a todas as áreas urbanas.

 

O autarca definiu o documento apresentado como “ambicioso e direcionado para as pessoas”. Contempla 180 medidas, dividas em três capítulos – Empreendedorismo, Inclusão e Sustentabilidade – e catalogadas segundo o tempo previsto de execução – imediato, quatro anos ou oito anos.

 

“É um programa de ação que pensa estrategicamente o desenvolvimento do concelho e projeta a Guarda para o futuro”, afirmou Carlos Chaves Monteiro. “É o resultado de muitos contributos e de um conhecimento profundo da realidade do concelho. O objetivo é que os guardenses vejam crescer a cidade e que a Guarda melhore a sua qualidade de vida”.

 

O turismo e a cultura foram outras das áreas que Carlos Chaves Monteiro anunciou como prioritárias para os próximos quatro anos. “A candidatura de Guarda a Capital Europeia da Cultura em 2027 é um projeto central para a afirmação da cidade no espaço nacional e transfronteiriço. Assim como o ‘Plano Estratégico Integrado de Desenvolvimento Turístico’, o qual será apresentado em 2022”.

(Fim  do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).

 

FOTO: Lusa



 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).