As notícias da Guarda mais perto de Si

Luís Couto a “Guarda tem todas as condições” para ser “Capital Europeia da Cultura em 2027”

 


O candidato indicado pela Direção Nacional do PS para ganhar a câmara ao PSD, diz que a campanha está a decorrer bem e a sua candidatura tem “conseguido chegar junto das pessoas” colocando como objetivo “ganhar a Câmara com maioria absoluta”.  No último dia de campanha os socialistas fizeram uma arruada logo pela manhã junto dos Guardenses nas principais artérias da cidade. Durante a tarde visitaram o TMG – Teatro Municipal da Guarda e outros equipamentos sociais e comércio tradicional.

 

(Leia o artigo até ao fim – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda mais perto de si).

 

O independente Luís Couto, quer revitalizar o centro histórico da cidade Guarda “é a prioridade das prioridades da candidatura do PS”, refere o candidato na apresentação do programa eleitoral. Luís Couto pretende criar condições para a construção de um pavilhão multiusos. Um equipamento social incluir um futuro Museu do Clima e do Ambiente.

 

This slideshow requires JavaScript.

 

Durante a tarde, os candidatos visitaram “o Teatro Municipal da Guarda, que abriu ao público a 25 de abril de 2005. Foi, à data, a maior obra realizada, em democracia, em todo o interior do país, no plano cultural”.

 

“Sonhado, projetado e construído pelos executivos do Partido Socialista da Câmara, o TMG mudou para sempre o panorama cultural da cidade, do concelho e da região”, referem nas redes sociais.

 

Se hoje a Guarda ambiciona ser candidata a Capital Europeia da Cultura, tal deve-se a investimentos como este. A escolha da nossa cidade seria o “corolário do trabalho exemplar, realizado ao longo das últimas décadas, que nos distinguiu como exemplo nacional de boas práticas ao nível de políticas municipais de cultura”, refere o candidato a Presidente da Câmara.

 

Luís Couto afirma que “a Guarda tem todas as condições para ser escolhida Capital Europeia da Cultura em 2027”. Só que “é preciso saber em ponto está realmente o processo, qual é estratégia e como tem estado a ser desenvolvida, quando faltam pouco mais de dois meses para a entrega da candidatura”.

 

Luís Couto quer instituir o ensino das artes a partir do pré-escolar, contando para isso com a “plena articulação” entre a Câmara, os estabelecimentos de ensino e os equipamentos culturais do concelho. Mas também em colaboração com a “força motriz da nossa política cultural, que reside no bem mais valioso deste território, que é o associativismo”.

 

Os socialistas propõem ainda apoiar a “Transição da Guarda para uma Smart City” através da “criação de um ecossistema digital para o relacionamento dos cidadãos com o município”. Com “Remodelação do site do município” e “incluído um chatbot” no mesmo.

 

Na Guarda, para além de Carlos Chaves Monteiro (PSD) atual presidente da Câmara da Guarda são conhecidas as candidaturas de Luís Couto (PS), Sérgio Costa (independente), Francisco Dias (Chega), Honorato Robalo (CDU), Jorge Mendes (BE) e Pedro Narciso (CDS-PP).

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twitter)

 

 


 

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).