As notícias da Guarda mais perto de Si

PS Distrital resultados “não foram bons”

 


 

O presidente da Federação da Guarda do PS, Alexandre Lote, disse hoje que os resultados obtidos a nível distrital “não foram bons” para o partido Socialista, por ter perdido três Câmaras e não ter reconquistado a autarquia da Guarda. O PS perdeu 3 câmaras 2 delas (Mêda, Figueira de Castelo Rodrigo) para o PSD e Manteigas para um movimento independente “Manteigas 2030”.

 

(Leia o artigo até ao fim – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda mais perto de si).

 

No distrito da Guarda, o PS perdeu os municípios de Mêda, Figueira de Castelo Rodrigo e Manteigas, e apenas detém a presidência das autarquias de Seia, Fornos de Algodres e Trancoso.

 

Viu fugir a Câmara da Guarda para um movimento independente liderado pelo ex-líder da concelhia do PSD, Sérgio Costa. Não conseguiu ganhar o Município da Guarda apesar do candidato à Câmara ser indicado pela Direção nacional do PS contra a escolha da concelhia da Guarda.

 

Em Aguiar da Beira foi eleito um movimento independente liderado por Virgílio Cunha com o apoio do Partido Socialista.

 

Alexandre Lote, Presidente da Federação avança que “não podemos negar que os resultados a nível distrital não foram bons para o PS, porque perdemos três Câmaras com que não estávamos a contar e, apesar da subida, acabámos por não recuperar nenhuma daquelas com que também poderíamos estar a contar”, referiu hoje Alexandre Lote à agência Lusa.

 

Segundo o presidente da distrital socialista, em Seia, Fornos de Algodres e Trancoso, o PS obteve “excelentes resultados” e também alcançou “bons resultados” em outros concelhos onde “subiu muito e recuperou vereadores”, nomeadamente em Gouveia, Sabugal, Almeida e Vila Nova de Foz Côa, mas o resultado obtido “não foi suficiente para ganhar essas Câmaras”.

 

Recorde-se que a distrital do PS avocou o processo de escolha do candidato à câmara no concelho de Vila Nova de Foz Côa. Uma avoação do processo pelo Secretariado da Federação corrigida pela Comissão Política Distrital por “unanimidade”.  Em 2021, o PS obteve em Vila Nova de Foz Côa um resultado de 38,56% (1.719 votos) e em 2017 obteve 29,02% (1.438 votos).

 

O PS mantém a presidência das autarquias de Seia, Fornos de Algodres e Trancoso e apoiou o independente que venceu em Aguiar da Beira (Virgílio Cunha), e o PSD tem sete (Almeida, Pinhel, Gouveia, Sabugal, Vila Nova de Foz Côa, Celorico da Beira e Figueira de Castelo Rodrigo).

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twitter)

 

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).