As notícias da Guarda mais perto de Si

Obras Ferrovia entre Celorico – Mangualde e Cerdeira – Vilar Formoso adjudicadas

 


 

Foi consignada, esta terça-feira, a empreitada de modernização do troço entre Mangualde e Celorico da Beira, na Linha da Beira Alta, no âmbito do Programa de modernização da Rede Ferroviária Nacional, Ferrovia2020. A obra Mangualde – Celorico da Beira (40 Km) foi adjudicada por 68M€, Celorico da Beira – Guarda (46 Km) com o valor de adjudicação 54M€. Existindo ainda a obra Cerdeira – Vilar Formoso (25 Km) no valor de adjudicação de 43M€.

 

(Leia o artigo até ao fim – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda mais perto de si).

 

O Ministro das Infraestruturas e Habitação Pedro Nuno Santos participou na Cerimónia da Assinatura dos Autos de Consignação das Empreitadas “Corredor Internacional Sul: Modernização do Troço entre Sines e a Linha do Sul” e “Corredor Internacional Norte: Modernização da Linha da B. Alta, Troço Mangualde – Celorico da Beira”.

 

O investimento previsto no troço de Celorico da Beira – Guarda um troço de 46 quilómetros com o valor de adjudicação 54M€.

 

Numa cerimónia realizada na sede da Infraestruturas de Portugal (IP), que contou com a presença do Ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, do Secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, do presidente do Conselho de Administração da IP, António Laranjo e do administrador do Consórcio Mota Engil – Engenharia e Construção, S.A. / Mota-Engil Railway Engennering, S.A., Horácio Sá, foi assinado o auto de consignação da obra adjudicada por 68.850.000,00 euros.

 

No âmbito da empreitada será realizada a requalificação integral de um troço com cerca de 34 quilómetros, sobre o canal atual da Linha da Beira Alta. Serão executados trabalhos de substituição integral da superestrutura de via, com utilização de travessas monobloco polivalentes em betão e carril 60 E1, bem como a alteração do layout das estações de Gouveia e Fornos de Algodres, com vista a assegurar o cruzamento de comboios de 750 metros de comprimento, otimizando as condições de exploração.

 

Em complemento, estão igualmente previstos trabalhos de reabilitação dos sistemas drenagem, construção de obras de arte correntes – Passagens Superiores e Passagens Inferiores – e as devidas adaptações nas instalações fixas de tração elétrica e a construção de infraestruturas de base para sinalização e telecomunicações; RCT+TP.

 

A IP tem atualmente cinco empreitadas para a modernização da Linha da Beira Alta em fase de contratação ou em obra, representando, no seu conjunto, um valor global, de investimento estimado, superior a 380 milhões de euros.

 

A ligação Pampilhosa – Santa Comba Dão (34 quilómetros) e Construção da Concordância da Mealhada: ligação com 3,2 quilómetros, entre a Linha do Norte e a Linha da Beira Alta com o valor de adjudicação 75M€. A ligação Santa Comba Dão – Mangualde (40 quilómetros) com o  valor de adjudicação 63M€.

 

E as ligações Mangualde – Celorico da Beira (40 quilómetros)  com o valor de adjudicação de 68M€. E Celorico da Beira – Guarda (46 quilómetros) com o valor de adjudicação 54M€. Existindo ainda a obra Cerdeira – Vilar Formoso (25 quilómetros) no valor de adjudicação de 43M€.

 

 

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twitter)

 

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter).