As notícias da Guarda mais perto de Si

Greve da função pública começa esta noite nos hospitais e na recolha de lixo

 

A greve da função pública, marcada para sexta-feira pela Frente Comum, começa já esta noite nos hospitais e nos serviços de recolha de lixo, onde os turnos se iniciam às 23h00 e às 22h00, respetivamente.

 

 

(Leia o artigo até ao fim – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda mais perto de si).

 

Por isso, o coordenador da Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública, Sebastião Santana, e a secretária-geral da CGTP-IN, Isabel Camarinha, vão estar esta noite, no início dos turnos, junto aos trabalhadores dos serviços de recolha de lixo de Loures e junto ao pessoal do hospital de S.José, em Lisboa.

 

Tendo em conta os plenários e contactos feitos com os trabalhadores da Administração Pública nas últimas semanas, Sebastião Santana manifestou-se otimista em relação à participação na greve de sexta-feira.

 

“Vai ser uma grande greve da Administração Pública, porque existe um grande descontentamento”, avançou à agência Lusa. “Reafirmando que é necessária uma alteração da política salarial na Administração Pública, a Frente Comum considera que o governo tem que dar resposta aos problemas dos trabalhadores”, resposta essa que está patente na Proposta Reivindicativa Comum para 2022.

 

Em causa estão Matérias como: “o aumento do subsídio de refeição; a atribuição a todos os trabalhadores da Administração Pública de relevante ou equivalente no atual ciclo avaliativo; a contagem do tempo de serviço aos trabalhadores integrados via PREVPAP, aos trabalhadores ex-militares e a todos os que dela dependem para progredir; a justa e correta contabilização dos pontos para efeitos de progressão; a redução dos descontos para a ADSE de 14 para 12 meses e de 3,5 para 1,5%; a reposição dos dias de férias; a reposição do direito a indemnização por acidente em serviço; e o fim da precariedade na Administração Pública, entre outras matérias que não só perduram há anos como se agravam, têm que ter uma resposta imediata.”

 

Amanhã, 12 de novembro, em Greve, os trabalhadores da Administração Pública estarão em luta exigindo “resposta ao governo para os problemas que identificam e exigindo condições para prestar um melhor Serviço Público às populações”, referem os sindicalistas.

 

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twitter)

 

 

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter). G-WH913LSLRB 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3