As notícias da Guarda mais perto de Si

Bloco aponta o dedo “aos que tão mal cuidam da saúde” na Guarda

Publicidade

 


O Bloco de Esquerda (BE) da Guarda avançou hoje que pretende ver responsabilizados “os que tão mal cuidam da saúde” da população do distrito, após tomar conhecimento da falta de médicos no Hospital da Guarda.

 

(Leia o artigo até ao fim – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda mais perto de si).

 

“A Comissão Coordenadora Distrital do Bloco de Esquerda da Guarda está solidária com as populações do distrito e serão utilizados todos os mecanismos legais para que este problema seja enfrentado e que haja responsabilização para quem tão mal cuida da saúde da população do distrito da Guarda”, referiu.

Publicidade

 

Em comunicado, o Bloco de Esquerda da Guarda informa que tomou conhecimento que a Urgência da Unidade Local de Saúde do Hospital da Guarda, devido à falta de médicos, apenas garante o apoio a doentes urgentes/em risco de vida entre as 00:00 e as 08:00.

 

“Estamos perante um problema crónico de falta de médicos na urgência, bem como de manifesta falta de condições de equipamentos e de recursos nas equipas”, avançam os bloquistas.

 

De acordo com a Direção do Bloco da Guarda, esta situação demostra um “profundo desinvestimento no SNS” [Serviço Nacional de Saúde] e “quase abandono do interior”.

 

“O Hospital da Guarda não pode ser reduzido à dimensão de pouco mais do que uma urgência básica de um qualquer centro de saúde”, conclui o Bloco de Esquerda.

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twitter)

 





 

 

Publicidade
(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter). G-WH913LSLRB 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3
%d bloggers like this: