As notícias da Guarda mais perto de Si

Conheça as Medidas de Reforço Covid-19 [A partir de 25 de dezembro]

Publicidade

 


O primeiro-ministro, António Costa, enquanto anunciava as novas medidas de reforço Covid-19, apelou hoje aos portugueses para a “necessidade de todos se testarem” antes de se juntarem para a consoada ou para os almoços de Natal. Pediu ainda que contenham “o mais possível as celebrações natalícias no seu núcleo familiar”. 

 

(Leia o artigo até ao fim – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda mais perto de si).

 

Na conferência de imprensa no final do Conselho de Ministros de hoje que decidiu novas medidas para conter a pandemia, o primeiro-ministro fez um conjunto de recomendações para época natalícia, além das regras que foram determinadas.

 

A pandemia Covid-19 tem estado a evoluir de forma acentuada em Portugal ao longo das últimas semanas. Olhando para os indicadores de saúde pública, observa-se que a variante Ómicron tem estado a ser o principal motor deste crescimento, antecipando-se que nas próximas semanas venha a ser substancialmente mais predominante do que as restantes.

 


 

António Costa avisou que “este ainda não é o novo Natal normal das nossas vidas”. Enquanto “apelava às famílias que procurassem evitar que a celebração natalícia envolva muitas pessoas e em grande regime de família alargada. Este ainda não é o novo Natal normal das nossas vidas e por isso apelo a todos que possam conter o mais possível as celebrações natalícias no seu núcleo familiar”.

 

Assim, e além das medidas já anunciadas ou em vigor (AQUI) e para a entrada nas fronteiras portuguesas (AQUI) , o Conselho de Ministros decidiu adotar as seguintes medidas para fazer face a estas semanas:

 

  • Testes gratuitos nas farmácias passam de 4 a 6, por pessoa, em todo o Portugal continental.
  • Redução de lotação em todos os espaços comerciais: 1 pessoa / 5 m².
  • Antecipação do período de contenção a partir da meia-noite de 25 de dezembro:
  • teletrabalho obrigatório;
  • encerramento de discotecas e bares;
  • encerramento de creches e ATL;

 

 

Teste negativo obrigatório para acesso a:

 

  • estabelecimentos turísticos e alojamento local;
  • casamentos e batizados;
  • eventos corporativos;
  • espetáculos culturais;
  • recintos desportivos, salvo decisão da DGS.

 

 

Para o período de Natal e Ano Novo (24 e 25, 30, 31 de dezembro e 1 de janeiro):

 

  • teste negativo obrigatório para acesso a restaurantes, casinos e festas de passagem de ano;
  • proibição de ajuntamentos na via pública de mais de 10 pessoas na passagem de ano;
  • proibição de consumo de bebidas alcoólicas na via pública.

 

 

This slideshow requires JavaScript.

 


 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twitter)

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter). G-WH913LSLRB 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3