As notícias da Guarda mais perto de Si

Regressam os Festivais à Guarda

Publicidade

 

Está previsto o regresso de 7 Festivais de Cultura Popular ao concelho da Guarda, Feira Concurso do Jarmelo (Montes do Jarmelo), Viagem às Raízes (Arrifana), Jornadas da Lã (Trinta), Festival da Cestaria (Gonçalo), Festival Pão Nosso (Videmonte), Festa da Transumância (Fernão Joanes) e Festa da Castanha e da Jeropiga (Famalicão da Serra).

 

(Leia o artigo até ao fim – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda mais perto de si).

 

Sérgio Costa anuncia o regresso dos 7 Festivais de Cultura Popular ao concelho da Guarda. Os eventos vão animar a Guarda, entre junho e novembro. O objetivo do autarca é “dinamizar o território e captar visitantes durante todo o ano”.

Publicidade

 

“Vamos fazer sete [festivais] este ano e queremos uma aposta clara para, no futuro, fazermos outros tantos Festivais de Cultura Popular”, referiu ontem o autarca Sérgio Costa, em conferência de imprensa de apresentação do Ciclo de Festivais de Cultura Popular 2022 que a autarquia realiza numa parceria entre as Juntas de Freguesia e as associações do concelho da Guarda.

 

Estando previsto para o dia 5 de junho a 38.ª edição da Feira Concurso do Jarmelo, a realizar nos Montes do Jarmelo.

Estando previsto para os dias 11 e 12 as Jornadas da Lã a realizar nos Trinta.

 

Em julho, a 2 e 3 de julho, será a Viagem às Raízes na freguesia da Arrifana.

A 15, 16 e 17 de julho, avança o Festival da Cestaria de Gonçalo.

A 30 e 31 de julho, realiza-se o Festival Pão Nosso em Videmonte.

A 24 e 25 de setembro, está prevista a Festa da Transumância na aldeia de Fernão Joanes.

A 05 e 06 de novembro será a vez da Festa da Castanha e da Jeropiga na aldeia de Famalicão da Serra, no concelho da Guarda.

 

Para Sérgio Costa em 2023 acontecerão “outros festivais no concelho que estão já a ser pensados” considera o autarca que “isto é fazer, cada vez mais, cultura com os de cá” e o município pretende “trabalhar cada vez mais” com as Juntas de Freguesia e as associações, para que existam Festivais de Cultura Popular “durante todo o ano” em todo o concelho da Guarda com uma aposta na “cultura mais rural”.

 

De acordo com o responsável, os festivais vão permitir divulgar o património cultural material e imaterial, efetivo e afetivo das comunidades envolvidas, “aumentar o potencial da dinamização da base económica” concelhia, atrair visitantes da região e do país e também dinamizar a região.

 

Publicidade

 

(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twitter)

 

Publicidade

 

 

Publicidade
(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter). G-WH913LSLRB 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3
%d bloggers like this: