As notícias da Guarda mais perto de Si

Tarantini conclui doutoramento em Ciências do Desporto na UBI

Publicidade

 

Ricardo Monteiro (“Tarantini”) é o primeiro futebolista profissional a conseguir o grau de doutor, atribuído pela Universidade da Beira Interior (UBI).

 

Ricardo Monteiro, conhecido no mundo do futebol por Tarantini, obteve o grau de Doutor em Ciências do Desporto pela Universidade da Beira Interior (UBI), com o mérito adicional de ter sido o primeiro futebolista profissional a concluir um doutoramento. Nas provas públicas realizadas no dia 21 de junho, na Reitoria da UBI, o estudante apresentou ao júri a tese “Profiling the athletic career of Portuguese Football Players in last 50 years”, que obteve aprovação unânime do júri.

A investigação desenvolvida faz a análise do desenvolvimento das carreiras dos jogadores de futebol e o planeamento do final das mesmas. O trabalho teve orientação do docente do Departamento de Ciências do Desporto da UBI, Bruno Travassos.

Publicidade

 

A importância da investigação pode ser avaliada pelo número de figuras ligadas ao futebol presentes nas provas publicas: ex-jogadores, treinadores e dirigentes como João Vieira Pinto e Pedro Dias, diretor da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), e Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol.

 

Tarantini trabalhou, de forma quantitativa, os indicadores de carreira dos atletas, nível competitivo a idade com que abandonam a modalidade. “Ao perceber a identidade atlética e empenho que o jogador coloca na sua profissão, podemos verificar a influência e consciência colocada no planeamento na carreira, e na preparação do seu término, para que a transição, no final, seja feita com mais qualidade”, referiu o antigo capitão do Rio Ave FC, à Agência Lusa.

Publicidade

 

O tema tem sido uma das preocupações de Tarantini que, em 2016, lançou o projeto “A Minha Causa”, que aborda a forma como os profissionais de alta competição preparam o período após o fim das carreiras. Este trabalho valeu-lhe, em 2018, o Prémio Ética no Desporto, atribuído pela Secretaria de Estado do Desporto e Juventude, Instituto Português do Desporto e Juventude e Plano Nacional de Ética no Desporto.

 

Ricardo Monteiro é reconhecidamente um exemplo no futebol nacional, por ter conseguido conciliar a carreira desportiva profissional com um percurso académico meritório. “Sempre quis acrescentar algo mais à minha carreira, e mostrar que era possível fazer um percurso profissional no futebol, mas ao mesmo tempo estudar. Claro que não foi fácil, passei por algumas privações pessoais, mas senti que através do conhecimento académico estaria mais preparado para qualquer cenário no futuro”, refere.

Publicidade

 

É licenciado e mestre em Ciências do Desporto pela UBI e, enquanto aluno de licenciatura, conciliou os estudos com o futebol, jogando no Sporting da Covilhã, na II Liga. Seguiu depois para o Gondomar e Portimonense, antes de se fixar no Rio Ave FC, na I Liga, onde jogou 13 anos e chegou a capitão. Atualmente, faz parte da equipa técnica do FC Famalicão, também do principal campeonato de futebol. Também ainda a função de vice-presidente do Sindicato dos Jogadores, onde é responsável pela pasta da educação.

 

Publicidade

 

 

(Leia o artigo até ao fim – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda mais perto de si).

 

Publicidade

 

 

 

Publicidade
(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter). G-WH913LSLRB 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3
%d bloggers like this: