As notícias da Guarda mais perto de Si

Inaugurado na Torre novo espaço de homenagem aos Pastores da Serra da Estrela

Publicidade

 

A 26 de junho será inaugurado na Torre um novo espaço, de homenagem aos pastores da Serra da Estrela, no concelho de Seia, Distrito da Guarda.

 

A Torre da Serra da Estrela, o ponto mais alto de Portugal continental, vai ter um novo espaço dedicado aos produtos da ovelha bordaleira, que é inaugurado no domingo, pelas 15:30, em homenagem aos pastores da região.

 

Os pastores conhecem como ninguém a dura realidade desta profissão para a qual não há férias, feriados ou fins de semana, porque as ovelhas têm que pastar todos os dias, e sabendo que são eles os protagonistas da existência do queijo milenar Serra da Estrela DOP, o novo espaço na Torre nasce da vontade de colocar em destaque os pastores e valorizar o fruto do seu trabalho e dedicação.

Publicidade

 

FOTO(s): ANCOSE – Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela

 

A loja que é inaugurada neste domingo, na Torre, na Serra da Estrela, dedicada aos produtos da ovelha típica da região, pretende valorizar e revitalizar o setor, referiu à agência Lusa o empresário António Quaresma.

 

O espaço, que criou dez postos de trabalho diretos, salienta a importância da raça bordaleira da Serra da Estrela e evidencia dois dos ciclos que protagoniza: o da lã (com almofadas 100% lã de ovelha bordaleira) e o do queijo (com a comercialização de queijo Serra da Estrela DOP – Denominação de Origem Protegida a 35 euros o quilograma e o pastel de bacalhau com queijo, uma forma encontrada pelo grupo económico para o escoamento do queijo).

 

O mentor do projeto, o empresário António Quaresma, disse hoje esperar que o modelo aplicado na iniciativa, para além de valorizar a fileira do queijo Serra da Estrela DOP, possa ser “estudado mundialmente” e “olhado como grande modelo de sustentabilidade económica e social”.

 

“Qual é o meu objetivo? Quero que o mundo inteiro saiba que é possível pegar num setor de atividade e transformá-lo, apenas, simplesmente, valorizando a base, mais nada”, disse hoje à Lusa o empresário natural de Santa Marinha, Seia. São 236, os pastores que diariamente asseguram a continuidade da ovelha Bordaleira da Serra da Estrela, a principal raça ovina leiteira de Portugal e também a primeira a ter livro genealógico.

 

De 275.000 ovelhas desta raça nos anos 80, são atualmente menos de 10%, apenas 23.000 ovelhas. A diminuição deste número é uma consequência do abandono progressivo da profissão de pastor pela falta de apoios e pela subvalorização do potencial produtivo desta raça exclusiva da Serra da Estrela, pelo que garantir a sua existência se torna uma necessidade ainda mais urgente.

 

Este espaço será integralmente dedicado aos pastores da Serra da Estrela, prestando-lhes uma homenagem há muito merecida, na mais simbólica das localizações na Torre.

 

O novo espaço, cujo exterior é inspirado nos bardos – as cercas que normalmente acolhem as ovelhas no campo. O espaço interior está dividido em três salas, salientando a importância e a essência da raça Bordaleira da Serra da Estrela, evidenciando dois dos ciclos que protagoniza, o da lã, com almofadas 100% lã de ovelha Bordaleira, e o do queijo, com a comercialização de queijo Serra da Estrela DOP e o Pastel de Bacalhau, forma encontrada pelo Grupo para o escoamento do queijo.

 

O projeto teve origem no Grupo O Valor do Tempo – um grupo com origem em Seia, na Serra da Estrela, com a colaboração e apoio da ANCOSE – Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela, da ESTRELACOOP – Cooperativa de Produtores de Queijo Serra da Estrela e da AASE – Associação de Artesãos da Serra da Estrela.

 

Publicidade

 

 

Publicidade
(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter). G-WH913LSLRB 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3
%d bloggers like this: