As notícias da Guarda mais perto de Si

Festas da Cidade regressam à Guarda

Publicidade

 

 

As Festas da Cidade no Município da Guarda decorrem nos dias 29, 30 e 31 de julho, num investimento entre “150 a 200 mil euros”, informou o presidente da autarquia da Guarda, Sérgio Costa.

 

Miguel Araújo, Diogo Piçarra, April Ivy e Ana Malhoa são cabeças de cartaz das Festas da Cidade da Guarda, que se realizam nos dias 29, 30 e 31 de julho, informou hoje o presidente da autarquia. As festas da cidade vão importar um investimento entre “150 a 200 mil euros”.

 

Publicidade

 

Segundo o edil Sérgio Costa (Movimento Pela Guarda), o executivo municipal que lidera decidiu retomar a realização das Festas da Cidade, que não eram realizadas há 14 anos, com o objetivo de animar a cidade e de dinamizar a economia local nesta época do ano.

Publicidade

 

“Há muitos anos que não havia Festas da Cidade e, por isso, é com muita honra, com muito orgulho, que nós anunciamos o ressurgimento das Festas da Cidade da Guarda”, afirmou o autarca na apresentação do evento, numa sessão realizada ao ar livre, no largo da igreja do Bonfim com a presença dos jornalistas.

 

Publicidade

 

As festas terão um palco principal para os espetáculos musicais no largo do Mercado Municipal, para a realização de outras iniciativas será na Torre de Menagem, o ponto mais alto da cidade, onde será montado um parque insuflável com escorregas de água, no Largo João de Almeida irá funcionar o “palco aos da Guarda”, destinado a grupos locais e no Jardim José de Lemos decorrerão as aulas com ginásios da cidade.

 

O concerto de Miguel Araújo (22:00 do dia 29) e de Diogo Piçarra (23:45 do mesmo dia), de April Ivy (22:00 do dia 30) e de Ana Malhoa (23:45, do mesmo dia).

 

Pelo palco do largo do Mercado Municipal também vão passar, no dia 31, Jimmy P (22:00), Piruka (23:45) e Insert Coin (01:15).

 

“Achamos [Câmara Municipal da Guarda] que é um excelente programa, que já faz com que a Guarda se coloque no patamar dos melhores programas [de festividades de verão] da região Centro”, referiu o independente Sérgio Costa.

 

O Presidente reconheceu que as Festas da Cidade, com acesso gratuito, ressurgem com “um excelente cartaz” que é “atrativo para todas as gerações” e para as pessoas do concelho e da região.

 

O Município da Guarda pretende que as Festas da Cidade regressem “não apenas como mais um evento na Guarda, mas como uma marca da cidade”. Recorde-se que este tipo de evento, é uma marca dos ex-autarcas socialistas no concelho da Guarda. Segundo o autarca, esta é “mais uma marca que a Guarda poderá passar a ter” para “atrair pessoas para a cidade”.

 

Publicidade

 

 

Publicidade
(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter). G-WH913LSLRB 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3
%d bloggers like this: