As notícias da Guarda mais perto de Si

Doutoramento Honoris Causa de Manuel Cargaleiro foi “prémio único”

Publicidade

 

 

Publicidade

 

O artista e ceramista Manuel Cargaleiro classificou esta sexta-feira, dia 22 de Julho, como um “prémio único”, a atribuição do doutoramento ‘honoris causa’ pela Universidade da Beira Interior (UBI), sediada na Covilhã, cidade que também faz parte da região onde nasceu.

 

“Hoje estou particularmente feliz e particularmente emocionado, porque eu recebi prémios de muito lado, mas este tem um significado único”, afirmou, numa declaração aos jornalistas já depois da cerimónia de outorga das insígnias.

 

Manuel Cargaleiro, que é natural de Vila Velha de Ródão, no distrito de Castelo Branco, frisou o facto de esta distinção lhe ser atribuída por uma universidade que está na região onde nasceu.

Publicidade

 

“Esta homenagem é o máximo que eu podia receber na minha vida. Felizmente que ela chegou aos 95 anos. Tem uma importância enorme pelo significado que tem, porque eu nasci na Beira Baixa. Eu sou de cá”, acrescentou minutos antes de começar a receber os cumprimentos que, por indicação médica, foram apresentados com algum distanciamento físico pelas muitas personalidades que fizeram questão de se associarem ao momento.

 

“Um reconhecimento que Manuel Cargaleiro recebeu com humildade, tendo mesmo dito aos jornalistas que não sabia se era merecido, reiterando que é um “prémio fantástico”.

 

Sem qualquer dúvida sobre esse merecimento, mostraram-se todos os presentes na cerimónia, que contou com a presença da vice-presidente da Assembleia da República, Edite Estrela, e do secretário de Estado do Ensino Superior, Pedro Teixeira, além de muitos representantes das mais diferentes instituições e autarcas da região.

 

FOTO: Manuel Cargaleiro – Universidade da Beira Interior (UBI)

 

Publicidade

 

Publicidade

 

 

Publicidade
(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter). G-WH913LSLRB 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3
%d bloggers like this: