As notícias da Guarda mais perto de Si

UBI com um investimento de 5 milhões em residências universitárias

Publicidade
Publicidade

 

A Universidade da Beira Interior (UBI) vai investir 5 milhões de euros no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) na renovação dos edifícios das residências Universitárias, na Covilhã.

 

A Universidade da Beira Interior (UBI) vai aplicar 5 milhões de euros, em resultado dos projetos aprovados no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), para a renovação dos edifícios da Residência 1, Residência 3, e Residência 4/5 e a adaptação em residência universitária do edifício da antiga Cantina da Boavista, na Covilhã.

 

 

A Ministra da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior homologou os resultados finais das candidaturas ao financiamento do Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior (PNAES), que prevê a atribuição de 375 milhões de euros para construção, aquisição, adequação e renovação de residências para estudantes de ensino superior, naquele que é o maior investimento de sempre em alojamento estudantil.

Publicidade

 

Publicidade

 

A Agência Nacional Erasmus+ Educação e Formação, entidade a quem compete a gestão desta medida de investimento, irá proceder de imediato ao processo de discussão e contratualização dos financiamentos com promotores das operações, de acordo com a lista de ordenação final proposta pelo Painel Independente de Alto Nível, especialmente nomeado para a avaliação e acompanhamento das candidaturas a concurso.

 

Para o Reitor da UBI, Mário Raposo, “a obtenção deste financiamento representa a resolução de um problema profundo de desgaste acentuado das estruturas de alojamento da UBI e permite colmatar a falta de alojamento estudantil de qualidade a custos acessíveis e melhorar as suas condições de vivência, nomeadamente para os estudantes mais carenciados”.

 

A UBI vê assim todas as suas quatro candidaturas serem aprovadas através deste programa. Uma das áreas de atuação prioritárias da academia é a da Ação Social e com esta medida está garantido um dos maiores investimentos nas residências universitárias da instituição das últimas décadas, sendo que, num universo de mais de 700 camas, que a UBI tem atualmente disponíveis para os seus alunos deslocados, cerca de metade estará abrangida por esta renovação. Desta forma, os alunos deslocados terão, num futuro próximo, à sua disposição estruturas atualizadas, a preços acessíveis e com maior distribuição pela malha urbana. No conjunto das propostas destaca-se ainda o conjunto alargado de preocupações, quer ao nível da eficiência energética dos edifícios, quer de conforto disponibilizado aos seus utilizadores, bem como a criação de valências sociais e coletivas para seu usufruto.

Publicidade

 

Publicidade
(Fim do artigo – www.guardanoticias.pt – As notícias da Guarda no Facebook e Twiter). G-WH913LSLRB 86d4e63d557e44029786b77c5bab0cb3
%d bloggers like this: